Reflexão nº 56 – “Ensaio sobre a cegueira”, a lucidez e a esperança

livro

(…) a cegueira também é isto, viver num mundo onde se tenha acabado a esperança, “Ensaio sobre a cegueira”, José Saramago

A metáfora de uma cegueira que não é física, mas da alma. E que, no fundo, é a pior cegueira que pode existir. Foi por essa reflexão de beleza sublime que me senti conduzido por Saramago em “Ensaio sobre a cegueira” (Companhia das Letras, 1995).

Preservar o belo dentro de uma representação trágica é, certamente, a expressão de um talento que se conecta com Deus. Saramago tem o belo dom de ajudar seu leitor a pensar com a alma partindo de uma dor que atinge o físico. Minha leitura é de que cada um daqueles personagens centrais representa um traço da personalidade humana. É como se todos eles reunidos formassem um único homem ou mulher.

A narrativa é permeada por frases e expressões sutis e profundas que nos levam – quase que pelas mãos – a uma reflexão para além das páginas. Como o pai que segura o filho pelas mãos e o ensina a atravessar a rua, numa simples e profunda demonstração de amor. Tudo isso com uma construção literária muito própria de Saramago.

Felizmente, como a história humana tem mostrado, não é raro que uma coisa má traga consigo uma coisa boa, fala-se menos das coisas más trazidas pelas coisas boas, assim andam as contradições do nosso mundo (…), “Ensaio sobre a cegueira”.

Ler Saramago é como olhar a Mona Lisa de da Vinci em busca dos segredos que há nos detalhes por trás daquela pintura. A gente nunca sabe onde estará a próxima pérola. Em meio a um diálogo ou a uma discussão, Saramago nos lança uma frase chave. É como se o livro fosse apenas um pretexto para aquela única frase. A verdadeira essência da mensagem.

O livro poderia terminar naquele exato momento. Mas, como você sabe que ainda há páginas pela frente, segue a leitura ansioso pelo próximo presente de Saramago. A próxima pérola que nos aguarda.

“Ensaio sobre a cegueira” é, definitivamente, um livro sobre vida. Um ensaio sobre recobrar a lucidez, elevar e iluminar a consciência e manter viva a esperança mesmo em tempos sombrios.

Um livro sobre o quanto somos muito mais fortes do que imaginamos. Sobre o quanto somos capazes de nos superar e de sermos fratenos com nossos “irmãos”. De como podemos ser bons e maus. E sobre quanto o medo funciona como ferramenta de dominação se nos deixamos paralisar por ele.

Quando o livro termina, só resta dizer: Obrigado, Saramago.

Sobre o autor: Rafael Miramoto, 30 anos. Alguém que gosta de estudar, refletir e compartilhar. Tem dois contos – “Um Grilo pelo Azulão” e “Misericórdia” – publicados na plataforma Kindle, da Amazon.

Leia mais
Reflexão nº 52 – “Antes de dormir”: memória e identidade

Reflexão nº 44 – “Relatos Selvagens”: o que Jesus faria no meu lugar?

Reflexão n° 10 – “Ensaio sobre a cegueira”

Reflexão nº 8 – “Homens, mulheres & filhos”: a comunicação nossa de cada dia

Anúncios

2 comentários sobre “Reflexão nº 56 – “Ensaio sobre a cegueira”, a lucidez e a esperança

  1. Rafa, esse foi o primeiro (e por enquanto) único livro que li do Saramago. Comprei em um sebo ao acaso e se tornou um dos favoritos do meu top 10, por diversas razões… A esperança, inclusive. O livro é um “tapa na cara”, me fez e faz refletir sobre o meu viver, meu cotidiano, nossas posturas e em especial, o que se torna banal.
    Parabéns por trazer a sua reflexão em cima dessa obra genial! Que não percamos a esperança, que não fiquemos cegos da alma. 😉 abração!

    • Oi, Juliana… muito obrigado pela mensagem 🙂
      Esse também foi o primeiro livro que li do Saramago e, com certeza, já se tornou um dos meus favoritos também. Fiquei impressionado com a mensagem tão inspiradora do livro. Também me fez pensar muito.
      É… acho que há livros que nos escolhem para serem lidos tanto quanto os escolhemos, né…rs Aparecem por acaso e se tornam uma bela surpresa 🙂
      Com certeza, que não percamos a esperança e nem fiquemos cegos da alma… Muito obrigado de novo pela mensagem e um grande abraço pra você também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s